Tipos de Lentes Intraoculares

Lentes Intraoculares

A precisão do cálculo das lentes intraoculares através da medida das estruturas dos olhos com aparelhos baseados em interferometria a LASER ( IOL Máster – Zeiss) e formulas matemáticas que permitem a correção dos erros de refração e diminuição da dependência de óculos e lentes de contato.

Novas tecnologias em lentes contribuem também para essa possibilidade. A técnica de correção dos erros chama-se Cirurgia de Catarata Faco-Refrativa.

Tipos de Lentes

As técnicas modernas de micro incisão sempre necessitam de uma lente dobrável que hoje dia e inserida por menos de 2,4mm. Injetores especiais em forma de seringa, injetam estas lentes. A técnica antiga de cirurgia de catarata – Extra-Capsular utiliza lentes rígidas de 5 a 7mm de diâmetro e necessita de suturas e levam a uma recuperação lenta e astigmatismo.


Lentes Monofocais

Esféricas: Lentes com óptica normal calculadas para a correção do grau para longe ou perto.

Asféricas: Lentes que não possuem aberrações na sua periferia, com grau semelhante em toda a sua superfície melhorando em muito o contraste e a visão noturna. Esta tecnologia se assemelha as lentes de câmeras fotográficas de alta definição e utilizadas no telescópio Hubble.

Tóricas: Lentes com diferentes curvaturas, calculadas para a compensação do astigmatismo corneano.

A escolha da lente e realizada pelo médico e pelo paciente antes da cirurgia de forma definitiva, pois não deve ser trocada após a sua implantação.

Lentes para Correção da Presbiopia

Multifocais: Tem dois pontos de foco distintos para longe e perto através da tecnologia de apodização. Um dos efeitos colaterais e a presença de reflexos ao redor das luzes principalmente a noite.

Acomodativas:  Simula o movimento natural do cristalino chamado acomodação.  A contração do músculo ciliar movimenta a lente para frente focando ate duas dioptrias. 


Postagens mais visitadas